Semana do Design de Helsinque: 250 mostras e debates até em saunas públicas

Por Claudia Wallin

De Helsinque

A capital finlandesa parou para reverenciar o design na Semana do Design de Helsinque, que se encerra neste domingo. É o maior festival de design da região nórdica, com mais de 250 mostras e eventos.

Entre as novidades deste ano estão apresentações e debates realizados dentro de saunas públicas – que são a mania nacional finlandesa.

sauna_web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No centro de Helsinque, 12 instalações urbanas criadas por designers finlandeses e internacionais transformaram a paisagem da cidade. A maior delas é uma gigantesca bolha de plástico construída em torno da estátua da praça central da capital, que foi transformada em um espaço cultural para debates e exibição de filmes.

hdw-bolha

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

hdw-bolha-3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Abertura da Semana do Design de Helsinque

Abertura da Semana do Design de Helsinque

"Heart" (Coração)

“Heart” (Coração)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Heart by night

Heart by night

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Árvores vestidas

Árvores vestidas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

hdw-estatua-woodworks

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

hdw-artek

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Entre os mais de 250 eventos que acontecem na capital, um dos mais concorridos é a Habitare, a maior feira de design de interiores da Semana do Design de Helsinque. É o espaço onde estão sendo apresentadas as últimas e mais arrojadas tendências para a decoração de casas, com peças como luminárias, móveis, prateleiras e objetos do dia a dia.

hdw-luminaria-1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

hdw-luminarias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dos principais destaques da semana é o Design Market, a maior liquidação de design dos países nórdicos. São produtos, móveis e roupas de 200 empresas de design reunidas nesse grande mercado anual, que costuma atrair 25 mil visitantes. Vale a pena conferir também o Design District, que é o Bairro do Design da capital finlandesa. São 25 ruas no centro de Helsinque, onde estão concentradas diversas lojas de design, galerias de arte, ateliês, antiquários, museus e butiques de roupas.

hdw-plumas

 

hdw-design-mark

 

 

hdw-shoes-plataforma

A designer finlandesa Minna Parikka

A designer finlandesa Minna Parikka

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

foto-sapato-dourado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Diferentes mostras estão acontecendo em vários pontos da cidade, como no centro cultural Kaapeli, que abriga 13 galerias de arte. E durante toda a semana, os ateliês de Helsinque também foram abertos ao público, para visitas guiadas pelos próprios designers.

kiasma-foto-boa-bacias

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saunas públicas

A sauna é uma paixão nacional na Finlândia – são cinco milhões de habitantes e cerca de dois milhões de saunas no país. Na Semana do Design, elas se transformaram em verdadeiras “saunas de reunião”. Cidadãos finlandeses e turistas participam de debates com diferentes especialistas sobre temas sociais e relacionados ao espaço urbano, dentro de cinco saunas públicas.

Para participar, basta trazer roupa de banho e uma toalha. Os eventos foram batizados de Sauna Talks (ou “Conversas na Sauna”), e um dos temas foi a Rainbow Sauna – um debate sobre a importância da diversidade, para uma cultura mais igualitária da sauna.

Sauna pública na Market Square, centro de Helsinque

Sauna pública na Market Square, centro de Helsinque

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Design para bebês

Os organizadores da Semana do Design de Helsinque montaram também um programa especial para as crianças, que vão poder aprender sobre design e arquitetura através de uma série de workshops e aulas práticas. Até os bebês estão podendo participar. A Semana do Design tem um espaço para bebês de menos de um ano de idade, onde eles podem tocar e conhecer diferentes materiais, texturas e estruturas.

Para quem quer conhecer a história do design, o Museu do Design de Helsinque oferece uma variedade de exibições e uma coleção que abriga 35 mil objetos, 40 mil gravuras e 100 mil imagens. Os destaques são as criações de designers finlandeses pioneiros, como Alvar Aalto e Eero Aarnio, que produziram algumas das peças mais marcantes do mobiliário vanguardista dos anos 60.

O Museu apresenta agora uma rara retrospectiva da obra de Eero Aarnio, e pode-se ver ali por exemplo, a famosa Ball Chair – a cadeira criada pelo designer no formato de uma esfera branca com estrutura de fibra de vidro, e que foi imortalizada em filmes de James Bond.

11 de Setembro de 2016

Com Eerio Aarnio, no Museu do Design de Helsinque

Com Eerio Aarnio, no Museu do Design de Helsinque

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eero Aarnio em sua Ball Chair, nos anos 60

Eero Aarnio em sua Ball Chair, nos anos 60