Governo vai ao STF para defender aposentadoria especial – de deputados

RADAR BRASIL

Segue a feira livre: o apoio à pornochanchada da aposentadoria especial dos aposentados vem no momento em que o governo tenta angariar votos dos parlamentares para barrar a segunda denúncia criminal contra o presidente Michel Temer, e para aprovar a “inadiável” reforma da Previdência – que só retira direitos dos cidadãos que trabalham fora dos Três Poderes da república.

Conforme reportagem de Edson Sardinha no Congresso em Foco, a Advocacia Geral da União (AGU) enviou ao Supremo Tribunal Federal parecer contrário à ação do ex-procurador-geral Rodrigo Janot contra o Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSS), que favorece a aposentadoria dos atuais e de ex-integrantes da Câmara. No parecer, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, defende a manutenção das regras atuais do plano dos congressistas – que foi classificado por Janot como uma das “leis imorais” do país.

As regalias: durante o mandato, o deputado segurado paga R$ 3,7 mil por mês ao PSSC – parcela igual àquela paga pela Câmara. Isso representa 11% do salário do parlamentar, que está em R$ 33,7 mil. Se comprovar os 35 anos de exercício de mandatos – federais, estaduais ou municipais – e 60 anos de idade, recebe aposentadoria integral, no mesmo valor do salário de deputado. Segundo a lei atacada, parlamentares, ex-parlamentares e dependentes beneficiários do PSSC podem receber benefícios até o valor do subsídio pago a deputados federais e senadores e, no caso de pensão, seu importe será de, no mínimo, 13% do subsídio.

“A média de aposentadoria recebida por um ex-parlamentar, se levados em consideração os que se aposentam proporcionalmente, é de R$ 14 mil. Todo reajuste dos salários de deputados e senadores é repassado para as aposentadorias. Após a morte do parlamentar, os pensionistas (viúva ou os filhos até 21 anos) passam a receber a pensão”, acrescenta a reportagem do Congresso em Foco.

A diferença entre um congressista e um trabalhador comum, segundo Janot:

“A concessão de benefícios previdenciários com critérios especiais distingue indevidamente determinados agentes políticos dos demais cidadãos e cria espécie de casta, sem que haja motivação racional – muito menos ética – para isso. Um cidadão comum, além de contribuir por 35 anos, se homem, ou 30 anos, se mulher, deve completar 60 anos de idade, se homem, e 55 anos, se mulher, para aposentar-se pelo RGPS, cujo teto atualmente é de R$ 5.531,31?, diz o ex-procurador geral na ação ao STF.

Conheça o livro “Um País Sem Excelências e Mordomias”

Do Congresso em Foco:

Governo defende no STF aposentadoria especial para deputados e ex-deputados

Por Edson Sardinha

Considerada uma das “leis imorais” do país pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, a norma que garante aposentadoria especial para deputados e ex-deputados ganhou o apoio do governo na Justiça. A Advocacia Geral da União (AGU) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) parecer contrário à ação de Janot contra o Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSS), que favorece a aposentadoria dos atuais e de ex-integrantes da Câmara.

A manifestação ocorre no momento em que o governo busca angariar votos para os seus dois maiores desafios no Legislativo: barrar o andamento da mais nova denúncia criminal contra o presidente Michel Temer e para aprovar a reforma da Previdência, que reduz direitos e para os demais brasileiros. Criado em 1997, o PSSC garante aos parlamentares benefícios como aposentadoria integral, averbação de mandatos passados, atualização no mesmo percentual do parlamentar na ativa, a chamada paridade, acúmulo de benefícios que extrapolam teto constitucional, pensão integral em caso de morte e custeio das aposentadorias por conta da União.

Em parecer enviado ao Supremo, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, defende a manutenção das regras atuais para os congressistas. A ministra alega que elas fazem parte das “prerrogativas constitucionais do Poder Legislativo, tendo em vista a natureza política da função exercida”.

“Deve-se, ainda, salientar que a Constituição não veda a criação de regimes previdenciários específicos e nem limita a sua existência aos modelos atualmente em vigor”, diz trecho do documento ao qual o site Jota teve acesso. “O texto constitucional não permite necessariamente extrair-se uma interpretação restritiva, de que este é o único regime possível. Neste caso, entende-se que a previsão constitucional quis garantir àqueles ocupantes de cargos sem vínculo efetivo que estes não ficariam excluídos do amparo de um regime previdenciário”, acrescenta a AGU.

Isonomia e republicanismo

O raciocínio da ministra é oposto ao expressado por Janot na ação de inconstitucionalidade. Para ele, a aposentadoria especial para parlamentares contraria o princípio da isonomia previsto na Constituição. “É inadmissível elaboração de leis imorais, cujo único propósito seja privilegiar alguns poucos indivíduos, locupletando-os injustificadamente à custa das pessoas que sustentam financeiramente o Estado com seu trabalho”, argumenta.

Caberá ao ministro Alexandre de Moraes, relator da ação, decidir se concede liminar (decisão provisória) antes do julgamento do mérito do processo. O pedido da medida cautelar foi feito por Janot para evitar que ex-parlamentares continuem a receber benefícios indevidos, lesando segundo ele, os cofres públicos.

“A manutenção do plano de benefícios especial dos parlamentares ofende persistentemente a noção de republicanismo e isonomia que a sociedade deve nutrir, com o que degrada o ambiente institucional e a credibilidade do sistema representativo”, ressalta o ex-procurador.

(…)

Dois anos de Câmara

O atual sistema permite casos extremos, como mostrou o Congresso em Foco em fevereiro. O deputado Manuel Rosa Neca (PR-RJ) chegou à Câmara como suplente, em janeiro de 2013. Cinco meses mais tarde, ingressou no plano de previdência dos congressistas. Completou apenas dois anos de mandato como deputado federal. Com o aproveitamento (averbação) de parte de mandatos anteriores de vereador e prefeito em Nilópoles (RJ), além de mais 26 anos de contribuição ao INSS, conseguiu a aposentadoria e recebe, hoje, R$ 8,6 mil.

Mas as regras do plano são ainda mais permissivas. Um deputado pode se aposentar a partir de apenas um ano de exercício do cargo, desde que faça averbações de outros mandatos ou contribuições ao INSS. O ex-deputado Junji Abe (PSD-SP) exerceu o cargo por  apenas quatro anos, entre 2011 e 2015. Em janeiro de 2015, teve aprovadas pela Câmara a averbação de mandatos de deputado estadual, vereador e prefeito de Mogi das Cruzes que somavam 20 anos de exercício desses cargos. O valor da averbação ficou em R$ 1,4 milhão. Em junho daquele ano, conseguiu ainda o aproveitamento de 12 anos de contribuições ao INSS. Fechou 24 anos de mandatos e assegurou uma aposentadoria de R$ R$ 23 mil.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco

27 de Setembro de 2017

1240 respostas
« Older Comments
  1. mold restoration
    mold restoration says:

    Well composed articles like yours renews my faiuth in today’s writers.You’ve written information I can finally agree on and also use.Many thanks for sharing.

    Responder
  2. fire and flood restoration
    fire and flood restoration says:

    Howdy! I could have sworn I’ve been to tbis blog before butt aftwr browsing through some oof the poxt I realjzed it’s
    new to me. Nonetheless, I’m definitely delighted I found it and I’ll be bookmarking and checking back
    frequently!

    Responder
  3. 911 restoration
    911 restoration says:

    Really interesting information, I am sure this post has touched all internet users,
    its really really pleasant piece off writing on building uup new website.

    Responder
  4. fire damage cleaning
    fire damage cleaning says:

    This is the perfect blog for anybody who hopes to find out about this topic.
    You definitely put a brand new spin on a topic which has been discussed for decades.Wonderful stuff, just excellent!

    Responder
  5. lançamentos zona norte rj
    lançamentos zona norte rj says:

    I’m extremely inspired with your writing skills and also with the structure on your weblog. Is this a paid subject or did you modify it yourself? Either way stay up the nice quality writing, it’s uncommon to peer a great blog like this one today..

    Responder
  6. solicitors narellan
    solicitors narellan says:

    hey there and thank you for your information – I’ve definitely picked up
    something new from right here. I did however expertise some technical points using this website, as I experienced to reload
    the website many times previous to I could get it to load properly.
    I had been wondering if your web host is OK? Not that I am
    complaining, but slow loading instances times will often affect your placement in google
    and could damage your high quality score if advertising and marketing with Adwords.
    Anyway I am adding this RSS to my e-mail and can look out for a lot more of your respective
    exciting content. Ensure that you update this again soon.

    Responder
  7. soot removal from walls
    soot removal from walls says:

    Nice post. I was checking continuously this blog aand I’m impressed!
    Very useful information specially the last patt :) I care
    for such info a lot. I was looking for this particular informatgion for a long time.
    Thank you and best of luck.

    Responder
  8. Penumbuh Rambut
    Penumbuh Rambut says:

    I think this is among the most important info for me.

    And i’m happy reading your article. However want to observation on few
    common issues, The website style is ideal, the articles is in reality
    nice : D. Excellent activity, cheers

    Responder
  9. design
    design says:

    Wow, that’s what I was searching for, what a information! present here at this blog, thanks admin of this site.

    Responder
  10. Pisos e revestimentos
    Pisos e revestimentos says:

    With every little thing which appears to be building inside this area, a significant percentage of viewpoints tend to be very refreshing. Having said that, I am sorry, but I can not subscribe to your whole plan, all be it radical none the less. It looks to me that your opinions are actually not totally validated and in fact you are generally your self not even totally confident of the point. In any event I did enjoy looking at it.

    Responder
  11. como conquistar um mulher
    como conquistar um mulher says:

    Este site é realmente fabuloso. Sempre que acesso eu encontro coisas diferentes Você também vai querer acessar o nosso site e descobrir detalhes! informaçõesexclusivas. Venha saber mais agora! :)

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

« Older Comments

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *