A diferença entre os nossos juízes e os juízes suecos

Por Claudia Wallin, de Estocolmo

As recentes notícias da Corte brasileira, data venia, desafiam soberbamente o limite da indignação do cidadão diante de atos estrambólicos de auto-ajuda praticados pelos guardiões da Justiça.

[show_fb_likes]

A nível federal, o Conselho Nacional de Justiça autorizou o pagamento de auxílio-moradia a todos os juízes do país – incluindo aqueles que trabalham em suas cidades de origem, e têm residência própria.

O valor do benefício: até R$ 4.377,73 mensais, mesma quantia à disposição de ministros do Supremo Tribunal Federal. O impacto nos cofres do Estado: R$ 840 milhões por ano, segundo cálculos da Advocacia Geral da União (AGU).

Ato contínuo, o Conselho Nacional do Ministério Público aprovou o mesmo benefício para todos os procuradores do país.

No Rio de Janeiro, em proposta particularmente indecorosa, o Tribunal de Justiça encaminhou à Assembléia Legislativa um projeto para conceder bolsa-escola de até R$ 7.250 mensais para financiar a educação dos filhos de magistrados e servidores – desde os oito anos até os 24 anos de idade.

Diante dos protestos gerados, o teto do benefício deve ser reduzido para R$ 3.030 mensais, valor ainda estupidamente mais alto do que – por exemplo – o salário médio dos professores.

A presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Leila Mariano, argumenta que os magistrados reivindicam o mesmo auxílio-educação já concedido pela Assembléia, este ano, aos integrantes do Ministério Público estadual. Na singela lógica de Leila Mariano, o benefício seria também uma extensão aparentemente natural do auxílio-creche que há tempos já se paga, com dinheiro público, aos magistrados (1.010 mensais) e servidores (850 mensais) do tribunal: assistência do berço à universidade.

Mais sentido haveria em se conceder um auxílio-figado aos contribuintes, que, além de pagar a conta dos caudalosos privilégios políticos, ainda bancam a fatura dos benefícios e mordomias oferecidos aos representantes do poder que têm a responsabilidade de proteger os direitos do cidadão.

Viagens de avião pagas a ministros do STF, com dinheiro público, mesmo quando eles estão de férias. Carros oficiais com motorista para juízes, desembargadores, e também procuradores e promotores. Banheiras de hidromassagem instaladas em apartamentos funcionais da Corte suprema. À elite da magistratura, tudo: auxílio-alimentação, auxílio-saúde, auxílio-transporte, auxílio-pré-escolar, auxílio-moradia, abono de permanência, gratificação de Natal e mais uma sequência de gratificações extras, a exemplo do adicional de insalubridade e da indenização de férias (que aliás, para juízes, são de 60 dias anuais). Extravagâncias que se reproduzem em efeito cascata pelas diferentes instâncias do Judiciário e do Ministério Público, à medida em que uma categoria corre atrás de benefícios que a outra já conquistou a fim de driblar o teto constitucional e assim esticar os vencimentos.

Mais prudente, no entanto, seria resgatar a fundamental noção da importância do respeito público de uma sociedade por seu Poder Judiciário.

Qualquer democracia consequente sabe dos perigos que o descrédito da justiça acarreta – e por isso os evita.

Tome-se, por exemplo, a Suécia.

Em nenhuma instância do Judiciário sueco, magistrados têm direito a carro oficial e motorista pago com o dinheiro do contribuinte. Sem auxílio-aluguel e nem apartamento funcional, todos pagam do próprio bolso por seus custos de moradia.

Para viver em um país que tem um dos mais altos impostos do mundo, e um dos custos de vida mais elevados do planeta, os juízes suecos têm salários que variam entre 50 e 100 mil coroas suecas – o equivalente a cerca de R$ 16,5 mil e R$ 33 mil, respectivamente.

Para ficar no exemplo dos vencimentos máximos de um magistrado sueco: descontados os impostos, um juiz da Suprema Corte da Suécia, que tem um salário de 100 mil coroas, recebe em valores líquidos o equivalente a cerca de R$ 18,2 mil por mês.

No Brasil, um juiz federal recebe salário de 25,2 mil, e os ministros do STF – que ganham atualmente 29,4 mil – aprovaram proposta para aumentar os próprios salários para 35,9 mil. Isso sem contabilizar os diferentes benefícios e gratificações extras disponíveis para as diferentes categorias do Judiciário: no tribunal do Rio de Janeiro – por exemplo-, entre proventos e benefícios, há juízes recebendo 150 mil mensais.

Na Suécia, não se oferece qualquer tipo de benefício extra a magistrados. Auxílios de todo tipo, abonos, prêmios e verbas de representação não existem para juízes suecos. Nenhum magistrado tem direito a plano de saúde privado. E todos sabem que um juiz, por dever moral, não aceita presentes ou convites para viagens, jantares e passeios de jatinho.

Também não há Excelências entre os magistrados suecos. Assim me lembra Göran Lambertz, juiz do Supremo Tribunal da Suécia, quando pergunto a ele sobre suas impressões acerca dos recentes benefícios reivindicados pela Corte brasileira.

”Claudia, mais uma vez peço a você que me chame de Göran. Estamos na Suécia”, ele diz, quando o chamo mais uma vez de ”Sr. Lambertz”. E prossegue:

”É realmente inacreditável saber que juízes se empenham na busca de tais privilégios. Nós, juízes, somos pagos com o dinheiro dos impostos do contribuinte, e temos que ser responsáveis. Juízes devem ser elementos exemplares em uma sociedade, porque é deles que depende a ordem em um país. E é particularmente importante que não sejam gananciosos.”

Na concepção do sueco, buscar benefícios como auxílio-moradia é uma atitude ”terrível e perigosa”, pois faz com que o cidadão perca o respeito por seus juízes. Com graves consequências para toda a sociedade:

”O Judiciário de um país deve ter o respeito inabalável dos cidadãos”, alerta Lambertz. ”Porque uma das consequências da perda de respeito do cidadão pelos juízes, é que as pessoas também acabam perdendo o respeito pela lei.”

Göran Lambertz faz o que diz: todos os dias, pega a bicicleta e pedala até a estação ferroviária da cidade de Uppsala, a cerca de 70 quilômetros da capital. De lá, toma o trem para o trabalho na Suprema Corte sueca.

A casa do juiz, que já tive a oportunidade de conhecer, é confortável, mas surpreendentemente modesta. Na ocasião, enquanto Göran fazia o café na cozinha, perguntei se ele tinha direito a benefícios como auxílio-alimentação. A resposta foi cortante:

”Não almoço às custas do dinheiro do contribuinte”.

De lá, seguimos – ele de bicicleta e trem, eu de carro – para seu pequeno gabinete na Suprema Corte da Suécia. Não há secretária na porta, nem assistentes particulares. Os 16 integrantes da Corte dividem entre si uma equipe de cerca de 30 assistentes jurídicos, e 13 auxiliares administrativos.

”Luxo pago com o dinheiro do contribuinte é imoral e antiético”, me disse na época o magistrado sueco, em reportagem que foi exibida na TV Bandeirantes.

Leio agora, na imprensa brasileira, que um magistrado rejeitou o recebimento do recém-aprovado auxílio-moradia. O juiz Celso Fernando Karsburg, de Santa Cruz do Sul (RS), abriu mão do benefício por considerá-lo ”imoral, indecente e antiético”.

Um exemplo bem-vindo da moral de Lambertz.

 

 * Texto Publicado no DCM – Diário do Centro do Mundo

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

Claudia Wallin
Sobre o Autor

A jornalista brasileira Claudia Wallin, radicada em Estocolmo, é autora do livro Um país sem excelências e mordomias.

156 respostas
« Older Comments
  1. or coconut oil
    or coconut oil says:

    I know this website provides quality depending articles or reviews
    and additional material, is there any other
    web site which offers such data in quality?

    Responder
  2. with coconut oil
    with coconut oil says:

    Thanks for finally writing about >A diferença entre os nossos juízes e os juízes suecos – Claudia Wallin – Cartas da Suécia <Liked it!

    Responder
  3. when coconut oil
    when coconut oil says:

    Do you mind if I quote a few of your articles as long as I provide credit and sources back to your weblog?
    My blog is in the very same niche as yours and my visitors would
    genuinely benefit from some of the information you provide here.
    Please let me know if this ok with you. Regards!

    Responder
  4. Matt Quinn
    Matt Quinn says:

    I am delighted that I found this site, just the right information that I was looking for! .

    Responder
  5. plenty of fish dating site
    plenty of fish dating site says:

    Magnificent beat ! I would like to apprentice while you amend your website, how can i subscribe for a blog website?
    The account helped me a acceptable deal. I had been tiny bit acquainted of this your broadcast
    offered bright clear idea

    Responder
  6. plenty of fish dating site
    plenty of fish dating site says:

    I do believe all of the concepts you’ve introduced in your post.
    They’re very convincing and can certainly work. Nonetheless, the posts are too short for novices.
    May just you please extend them a bit from subsequent time?
    Thank you for the post.

    Responder
  7. Chloe May
    Chloe May says:

    Another issue is that video games are usually serious as the name indicated with the main focus on knowing things rather than enjoyment. Although, there is an entertainment facet to keep the kids engaged, every game is often designed to work with a specific group of skills or program, such as instructional math or scientific discipline. Thanks for your publication.

    Responder
  8. coconut oil health benefits
    coconut oil health benefits says:

    Do you mind if I quote a few of your articles as long as I provide credit and sources back to your blog?
    My blog site is in the very same niche as yours and my visitors
    would definitely benefit from a lot of the information you present
    here. Please let me know if this okay with you. Thanks a lot!

    Responder
  9. Una Powell
    Una Powell says:

    I am in fact thankful to the holder of this website who has shared this fantastic article at at this place.

    Responder
  10. virgin coconut oil benefits
    virgin coconut oil benefits says:

    I really love your site.. Great colors & theme. Did you make this amazing site yourself?
    Please reply back as I’m attempting to create my very own website and would like to know where you got this from
    or what the theme is called. Kudos!

    Responder
  11. quest bars cheap
    quest bars cheap says:

    Hello there, just became alert to your blog through Google, and found that
    it is really informative. I am gonna watch out for brussels.
    I’ll appreciate if you continue this in future. Lots of people will be benefited from your
    writing. Cheers!

    Responder
  12. quest bars cheap
    quest bars cheap says:

    Usually I don’t read post on blogs, however I would like to say that this write-up
    very compelled me to take a look at and do so!
    Your writing style has been amazed me. Thank you, very great post.

    Responder
  13. Dan Smith
    Dan Smith says:

    I know this if off topic but I’m looking into starting my own weblog and was wondering what all is needed to get setup? I’m assuming having a blog like yours would cost a pretty penny? I’m not very internet smart so I’m not 100 positive. Any recommendations or advice would be greatly appreciated. Thank you

    Responder
  14. minecraft games
    minecraft games says:

    Howdy, i read your blog occasionally and i own a similar one
    and i was just wondering if you get a lot of spam remarks?
    If so how do you stop it, any plugin or anything you can recommend?
    I get so much lately it’s driving me insane so any help is very much appreciated.

    Responder
  15. Victor Abraham
    Victor Abraham says:

    Downloading data from this site is as simple |as clicking the mouse rather than other sites which transfer me here and there on the web pages.

    Responder
  16. Boris Simpson
    Boris Simpson says:

    You completed a number of good points there. I did a search on the topic and found mainly people will consent with your blog.

    Responder
  17. Sean Duncan
    Sean Duncan says:

    What a lovely story! The tale in this YouTube video that is posted at this place is genuinely a fastidious one with having fastidious picture feature.

    Responder
  18. Emily Peters
    Emily Peters says:

    An impressive share, I just given this onto a colleague who was doing a bit analysis on this. And he in reality bought me breakfast as a result of I discovered it for him.. smile. So let me reword that: Thnx for the deal with! But yeah Thnkx for spending the time to discuss this, I feel strongly about it and love studying more on this topic. If attainable, as you grow to be expertise, would you mind updating your blog with more details? It is extremely useful for me. Large thumb up for this blog publish!

    Responder
  19. Natalie Nash
    Natalie Nash says:

    Hello, this weekend is good in support of me, as this time i am reading this impressive educational article here at my house.

    Responder
  20. Kimberly Dyer
    Kimberly Dyer says:

    This post is nice and fruitful in favor of all new Personal home pages related web programmers; they must study it and perform the practice.

    Responder
  21. minecraft games
    minecraft games says:

    Wonderful beat ! I wish to apprentice while you amend
    your site, how could i subscribe for a blog website? The
    account aided me a acceptable deal. I had been a little bit acquainted of this
    your broadcast provided bright clear idea

    Responder
  22. descargar facebook
    descargar facebook says:

    Hmm it looks like your blog ate my first comment (it was
    extremely long) so I guess I’ll just sum it up what I had
    written and say, I’m thoroughly enjoying your blog. I too am an aspiring
    blog writer but I’m still new to the whole thing.
    Do you have any tips and hints for first-time blog writers?
    I’d certainly appreciate it.

    Responder
  23. Steppease
    Steppease says:

    Can I Purchase Doryx No Doctors Consult Orlistat Over The Counter Viagra A Poco Prezzo viagra Fluoxetine Want To Buy Medicine Comprar Cialis Generico En Espana Contrareembolso Priligy 30 Mg Cuanto Cuesta

    Responder
  24. natalielise
    natalielise says:

    This is my first time pay a visit at here and i am genuinely impressed to read all at one place.

    natalielise plenty of fish

    Responder
  25. plenty of fish dating site
    plenty of fish dating site says:

    I do not know if it’s just me or if perhaps everybody else experiencing issues with your
    website. It seems like some of the written text in your posts are running off the screen.
    Can somebody else please provide feedback and let me know if
    this is happening to them as well? This might be a problem with my
    web browser because I’ve had this happen previously. Thanks

    Responder
  26. plenty of fish dating site
    plenty of fish dating site says:

    Fantastic beat ! I wish to apprentice at the same time as you amend your web site, how could i subscribe for a blog web site?
    The account aided me a applicable deal. I were a little bit familiar of this your broadcast provided vibrant clear idea

    Responder
  27. plenty of fish dating site
    plenty of fish dating site says:

    I’m amazed, I must say. Rarely do I come across a blog that’s both educative
    and interesting, and let me tell you, you’ve hit the nail on the head.
    The problem is something that too few folks are speaking intelligently about.
    Now i’m very happy I stumbled across this during my hunt for something
    relating to this.

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. Google disse:

    Google

    Below you’ll uncover the link to some sites that we assume you should visit.

« Older Comments

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *