O Manual de Viagens do Deputado

Cada parlamentar recebe, ao ser eleito, um pequeno livreto de 35 páginas intitulado Regras de Viagem (Reseregler). Algumas recomendações ao deputado:

.”Deve ser escolhido o meio mais econômico possível para atingir o destino” – trem, carro ou avião.

.”Carros para viagem devem ser alugados na agência de viagens do Parlamento, utilizando as locadoras com as quais o Parlamento possui contratos a fim de obter preços mais favoráveis.  Como regra geral, deve ser alugado carro de porte médio. Em caso de necessidade especial, como por exemplo o transporte de várias pessoas, pode ser alugado um carro maior. Em consideração aos aspectos de custo e de proteção ao meio ambiente, não é permitido alugar carros especiais ou de luxo.”

.”Se o deputado viajar com o próprio veículo, deve ser escolhido o caminho mais curto possível, a menos que haja razões especiais para se tomar um caminho mais longo”.

. O Parlamento paga 2,65 coroas suecas (cerca de 0,40 dólares) por quilômetro rodado pelo deputado no próprio carro – mas deste total, o deputado deve pagar imposto sobre 0.80 centavos de coroa. Se o deputado viaja de motocicleta, o reembolso é de 0.40 por quilômetro rodado.

.”Deputados devem usar táxis quando não houver alternativa de  transporte  público disponível, ou se houver razões especiais para tal”.

(fonte: Reseregler – Regler och föreskrifter för riksdagsledamöternas tjänsteresor, Sveriges Riksdag)

188 respostas
« Older Comments
  1. Willie Fusco
    Willie Fusco says:

    Along with every little thing that seems to be developing throughout this particular subject matter, all your perspectives are actually fairly stimulating. Even so, I am sorry, but I can not give credence to your whole suggestion, all be it radical none the less. It would seem to us that your opinions are not completely justified and in reality you are generally yourself not really totally convinced of the argument. In any event I did appreciate looking at it.

    Responder

Trackbacks & Pingbacks

« Older Comments

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *