Posts

Suécia: há 175 anos, primeiro país do mundo a criar a educação compulsória

ClaudiaWallin

Há exatos 175 anos, a educação da população se tornou uma prioridade política na Suécia: no dia 18 de junho de 1842, o rei Karl XIV Johan decretou que todas as crianças do país deveriam ter direito à escola. Era o primeiro país do mundo a tornar compulsória a educação primária. Nascia assim a lei que gradualmente transformaria a pobre e atrasada Suécia em uma das mais sofisticadas nações industrializadas, com uma população esclarecida e vastamente ciente de seus direitos.

A Lei sueca moderna determina: todas as crianças devem ter acesso igualitário à educação, gratuita e de qualidade – desde o ensino primário até à universidade.

. A educação na Suécia é financiada principalmente através de taxas municipais – mas o orçamento é aumentado através de repasses do governo central, destinado a garantir condições igualitárias na qualidade do ensino em todos os municípios do país.

. Os investimentos em educação são o maior gasto dos orçamentos municipais: 42% do total.

. 94 por cento dos alunos têm acesso à internet na escola

. A Suécia investe um total de 6.3% do PIB em educação, acima da média dos demais países da OECD (5.7%).

. Em 1979, a Suécia se tornou o primeiro país do mundo a proibir o castigo corportal a crianças (a “Lei da Palmada)

Conheça o livro “Um País Sem Excelências e Mordomias”: https://www.amazon.com.br/Suécia-pa%C3%ADs-sem-excelências-mordomias-ebook/dp/B06XBPYZ5D/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1497790915&sr=8-1&keywords=um+pais+sem+excelencias+e+mordomias

18 de Junho de 2017