Um País sem Excelências e Mordomias | Capítulo I

Sem luxo nem privilégios

”É preciso aceitar os sacrifícios que se avizinham”, murmura para si próprio um sueco no momento revelador em que a sua real vocação para a carreira política se manifesta como um desejo irrefreável. ”Serão abomináveis os desafios”, alerta um forasteiro: os cintos apertados como os da amorfa massa do povo, a ausência de alegres comitivas de inúteis, os apartamentos funcionais que lembram quartos de hotéis de duas estrelas, a falta que hão de fazer os batalhões de assessores e parasitas.

Como vive um primeiro-ministro na Suécia

“A Suécia é um país onde não existe o alto grau de desigualdade social que se vê em outros lugares, e este é um aspecto que valorizamos enormemente em nossa sociedade. Por esta razão, buscamos líderes políticos dos quais se possa dizer que são ”um de nós”, e não ”acima de nós”. Este é um ponto básico do pensamento social sueco, que a mim também agrada. Quero ser um indivíduo entre outros indivíduos, e não alguém tratado como uma pessoa extraordinária.” – Fredrik Reinfeldt

As Dicas de Limpeza do Primeiro-Ministro

  ’Städning är en konstart’/ ”Limpar a casa é uma arte”  Dammets värsta fiende Statsminister Fredrik Reinfeldt (m) städar gärna – och systematiskt. Men inte i kostym. När det är på riktigt tar han fram sina speciella städbyxor med många fickor. ”Pior inimigo da poeira, o Primeiro-Ministro Fredrik Reinfeldt limpa a casa com prazer – […]

Os apartamentos funcionais

  Como todos sabiam, o fim do mundo estava próximo. Corriam rumores terríveis sobre a nefasta profecia do ano 2000, e o grande cataclisma que a tudo e a todos varreria com fúria bestial. Mas, certos de que não era a primeira vez que o mundo estava para acabar, os pragmáticos suecos levavam adiante seu […]

O Escândalo do Apartamento Funcional

Håkan Julholt parecia ser a encarnação do Messias que a social-democracia sueca esperava. Orador eloquente, ar vitorioso, Julholt assumiu a liderança do partido em março de 2011 com a missão de voltar a eletrizar o eleitorado e reconduzir os social-democratas ao poder, após duas vergonhosas derrotas eleitorais consecutivas.

Uma conversa com a deputada Eva Flyborg

”Dormir em um sofá-cama no gabinete não era nenhum problema”. Nos tempos de Eva, nem a visão mais demente do paraíso poderia descrever a realidade da vida de um parlamentar sueco

Os gabinetes espartanos

Os gabinetes parlamentares dos deputados suecos têm em média 15 metros quadrados, e decoração frugal. ”Os sofás são disputados, não temos para todos”, diz Ömer Oguz, porta-voz do Partido Social-Democrata na época.

Sem secretárias e assessores particulares

  Secretárias e assessores particulares, reais ou imaginários, não fazem parte do mundo de um deputado sueco. ”Nenhum deputado tem secretária particular, nem contrata assessores”, diz Mats Lindh, assessor do setor de Serviços Parlamentares. No sistema sueco, cada partido político representado no Parlamento recebe verba restrita para contratar um grupo de assistentes e assessores, que […]

Paula Carvalho Olovsson, Assessora Parlamentar

”Não trabalho como assessora particular para nenhum deputado”     Filha de um ex-deputado português e de uma vereadora sueca, a cientista política Paula Carvalho Olovsson trabalha desde 2005 como assessora parlamentar do partido Social-Democrata. Na base parlamentar do partido, na Riksdagens Hus, ela conta como é assessorar todos os deputados de um só partido. […]

O salário líquido de um deputado: 50% a mais do que ganha um professor primário

  Para viver em um país que tem um dos mais elevados custos de vida do mundo, e onde se paga um dos mais altos impostos do planeta, um deputado do Parlamento sueco recebe o equivalente a cerca de 21 mil reais por mês (em taxa cambial de agosto de 2013). Descontados os impostos, o […]

Sem pensões vitalícias

  Qualquer cidadão de inteligência mediana na Suécia entende a razão pela qual os parlamentares suecos não têm o direito exótico de receber pensão vitalícia após cumprir dois ou mais mandatos. Aos deputados suecos não se oferece pensão, e sim o que se chama aqui de ”garantia de renda” (inkomstgaranti) por tempo limitado. Diz a […]

Salários: quando os parlamentares não se auto-aumentam

O privilégio singular de poder aumentar o próprio salário é para os parlamentares suecos, assim como para a massa global de assalariados, um devaneio geralmente confinado ao mundo etéreo da fantasia. Na Suécia, os salários dos deputados são determinados por um comitê independente, chamado Riksdagens Arvodesnämd. Três pessoas compõem este comitê: um presidente, que via […]

Sem motoristas particulares

Ao volante de seu velho Fiat 600, Olof Palme dirige para o trabalho na sede do Governo. FOTO: ARNE SCHWEITZ/ publicada no jornal Svenska Dagbladet em 21.12.2011                   Nenhum deputado sueco tem direito a carro com motorista. Os que moram nos subúrbios da capital cumprem a rotina […]

Sem farras aéreas

Farras aéreas não costumam fazer parte do noticiário político na Suécia: deputados suecos nunca tiveram acesso a cotas de passagens de avião. Para evitar turbulências provocadas por agências de turismo falidas ou de endereços ocultos, os parlamentares marcam seus bilhetes aéreos na agência de viagens situada dentro do Parlamento. A agência é paga diretamente pelo […]

O Manual de Viagens do Deputado

Cada parlamentar recebe, ao ser eleito, um pequeno livreto de 35 páginas intitulado Regras de Viagem (Reseregler). Algumas recomendações ao deputado: .”Deve ser escolhido o meio mais econômico possível para atingir o destino” – trem, carro ou avião. .”Carros para viagem devem ser alugados na agência de viagens do Parlamento, utilizando as locadoras com as […]