Vídeo: como funciona a maior prisão de segurança máxima da Suécia

Para a Suécia, a perda da liberdade já é o maior castigo que se pode impor a um indivíduo. “Daqui de dentro devem sair pessoas melhores e mais capacitadas”, diz o diretor da prisão de segurança máxima de Kumla, a cerca de 200 quilômetros da capital sueca. As prisões suecas são centros de tratamento e treinamento profissional, e concentram uma indústria de produtos com o selo “Made in Jail” – “Feito na Prisão”.

https://youtu.be/jNybfwcqg2Y

4 de Fevereiro de 2017

 

 

Comentários

comentários

126 respostas
« Older Comments
  1. Ailton Oliveira says:

    Do jeito que a coisa ta andando o Ministro Gilmar mendes vai tranferir Cunha para lá sem pedido da defesa.

    Responder
  2. Marcio Amaral says:

    Esse país e essa cultura precisam se mostrar de novo ao mundo, como no tempo de OLOF PALME. Seu trabalho é muito importante. Vão alguns dos os versos de uma canção à Suécia…………………………………………………….. SVERIGE ééé (Por)
    Onde passeia o pensamento (e)
    Sempre que posso eu ponho o pé.
    Sim! Vero ééé!
    Como aprecio esse povo
    Lagos, florestas e o frio até.
    …………………………SIM! VERO É!
    Por lá tenho duas filhas
    Só Deus sabe o que sofri
    Mas por honra da família
    Por aqui sobrevivi….(continua)

    Responder
  3. Paulo Roberto Martins says:

    Não acredito. É pegadinha! Presídio lá é melhor que brasileiro, mas não é casa na praia. O cara que TÁ trolando isso deve ter problemas mentais!

    Responder
  4. Leandro Dos Reis says:

    Aqui no Brasil também é assim. Rico quando comete crimes pode cumprir sua pena em casa, como esta da foto, com TV, Internet e empregados.

    Responder
  5. Izabel Lima says:

    No Brasil,as prisões são verdadeiras Faculdades formadoras de deliquentes,com grau de altíssima periculosidade.Uma cela com 30 homens,sem nada fazerem…Sem solução.

    Responder
  6. Celso Roberto Souza says:

    o Brasil está tão sucateado, emprego está em extinção, temos que preparar não só os presos como o cidadão de bem a enfrentar o desemprego.

    Responder
  7. Ana Ana says:

    Aqui também poderia ter prisões sem muros e sem grades. NUMA ILHA A MUITOS KMS DAQUI, e para serem autodidatas, sozinhos no meio do nada.

    Responder
  8. Leile Chahin says:

    Quem sabe…. Lá pelos anos 2300, enfim, a esperança é a última que morre, mas, se como dizem voltamos, por favor Deus, me mantenha bem longe dos quintos mundos.

    Responder
  9. José Airton says:

    Se no Brasil ,com as prisões horríveis ,a reincidência é altíssima, com um sistema como o sueco ,99,9 % seriam marginais

    Responder
  10. Luiz Assis says:

    No Brasil, o congresso nacional também é aberto, mas os políticos são irrecuperáveis, sempre reincidem na prática do roubo.

    Responder
  11. Marcos Averbeck says:

    A Suécia é um país. O Brasil é um não país. Lá, uma nação de sucesso. Aqui, uma terra fracassada. Aqui, a quantidade de bandidos é simplesmente incalculável, e eles estão em todos os extratos da sociedade, dos mais altos aos mais baixos escalões. O Brasil NUNCA será um país. Com essa escória, estará sempre condenado a ser um não país.

    Responder
  12. Jorge Santos says:

    No Brasil isto não funciona,têm que olhar é para pai de família desempregado,isto sim é justiça.

    Responder
« Older Comments

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*