Da indignação à ação: criada no CE mais uma frente popular

Movimentos populares de participação política se multiplicam pelo país e lançam as bases de uma força poderosa: um dos mais recentes é a A Frente Cearense de Combate aos Privilégios (FCCP).

“A Frente Cearense de Combate aos Privilégios (FCCP) foi criada a partir da indignação cidadã de dois irmãos residentes em Fortaleza, Ivo e Carlos Studart. Inspirados pelo trabalho da jornalista e autora Claudia Wallin, a dupla resolveu sistematizar esforços para combater a cultura de assalto ao Estado, que se instrumentalizou no Brasil sob a forma dos privilégios institucionais. Pautando-se sobre três pilares fundamentais – cidadania, transparência e fiscalização – a FCCP busca lutar pelo resgate da essência constitucional do serviço público: o retorno eficiente do dinheiro do pagador de impostos à sociedade. Nesse sentido, publicamos artigos¹, ingressamos com duas ações populares no Supremo Tribunal Federal², requerimentos no Conselho Nacional de Justiça³ e estivemos presentes, inclusive, no pedido de impeachment do Ministro Luiz Fux4. No ano de 2017, temos a pretensão de organizar eventos acadêmicos, cursos e ciclos de debates, a fim de levantar a discussão acerca dos privilégios e abusos remuneratórios no serviço público.”

. Relação de Artigos

http://www.conjur.com.br/2013-dez-06/carlos-studart-auxilio-moradia-nao-verba-indenizatoria

http://www.conjur.com.br/2015-set-15/carlos-studart-stf-julgar-logo-auxilio-moradia-juiz

http://www.conjur.com.br/2016-abr-30/auxilio-moradia-judiciario-mp-dpu-foi-aprovado-irregularmente

http://www.conjur.com.br/2015-dez-16/carlos-studart-teto-salarial-previsto-constituicao-virou-piso

31 de Janeiro de 2017

Conheça o livro “Um País Sem Excelências e Mordomias”

1 responder
  1. Alberto Stein
    Alberto Stein says:

    Parabéns pela iniciativa. Precisamos trazer para este movimento parcela considerável da população.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*